sábado, 31 de março de 2012

Fernando de Noronha_PE



FERNANDO DE NORONHA – PE
Fonte: http://www.brasilturismo.com

Programar uma viagem a Fernando de Noronha, pode significar a realização de um sonho da maioria dos brasileiros. No Arquipélago, são 17 quilômetros quadrados à 545 km da costa, onde vive uma população de apenas 2.100 habitantes e o turismo é desenvolvido de forma sustentável, criando a oportunidade do encontro equilibrado do homem com a natureza em um dos santuários ecológicos mais importantes do mundo.

O arquipélago é um dos melhores lugares do mundo para se fazer mergulho. As suas águas com visibilidade de 50 metros e uma temperatura média de 27º C abrigam peixes, raias, tubarões, tartarugas, moréias, barracudas, golfinhos, esponjas e algas, além das formações rochosas, dos recifes de corais e dos naufrágios. As empresas de mergulho instaladas na ilha fornecem o transporte e os equipamentos necessários.

De um lado está o Brasil. Este é o "mar-de-dentro", com 10 praias, duas baías desfrutáveis; uma especial, onde não se pode entrar: a Baía dos Golfinhos. Um mar tranqüilo a maior parte do ano, protegido dos ventos, permitindo o acesso de uma praia à outra, em passeios cheios de beleza e aventura.

Do outro, a África. É o "mar-de-fora", com 4 praias, uma enseada, duas áreas de contemplação e um conjunto de piscinas nas rochas. Um mar agitado, acalmado um pouco em alguns pontos pelos arrecifes que retêm o mar entre as pedras. Esguichos, áreas enormes repletas de peixes coloridos, como imensos aquários, prontos para serem desfrutados.

Com 21 ilhas, Fernando de Noronha ocupa uma área de 26 quilômetros quadrados. A ilha principal, com o mesmo nome, é a única habitada e a maior de todas - possui 17 quilômetros quadrados. Parte dela compõe o Parque Nacional Marinho de Fernando de Noronha, Área de Proteção Ambiental desde 1988 e Patrimônio da Humanidade desde 2001. O objetivo do parque é o de proteger a fauna, caracterizada principalmente pelo golfinho rotador e pelas aves migratórias. No que diz respeito à flora, sublinhe-se a existência de áreas de mangue, o que é raríssimo em ilhas oceânicas.

Possui cinco veredas que percorrem várias praias, já classificadas e que podem ser visitadas com autorização prévia do IBAMA – Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis. O turismo é desenvolvido de forma sustentável, criando a oportunidade do encontro equilibrado entre o Homem e a Natureza, através duma boa infra-estrutura capaz de receber o turista num dos mais importantes santuários ecológicos do mundo.

Um comentário:

V@léria S@ndry mamãe de Gustavo e Gabriela disse...

Oi amiga, passei aqui para conhecer o seu cantinho. Sou do grupo Blogueiras Unidas, número 1969. Já estou te seguindo. Me dá uma força seguindo também.

Blog do Gustavo e da Gabriela (meus bebês)
http://www.gustavoegaby.blogspot.com
Bjinhos e muito sucesso